Versão Completa: Geladeira a Gás
Você está atualmente visualizando uma versão simplificada do conteúdo. Visualizar a versão completa com formatação.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
Manual da Geladeira Consul Gás - 220 litros (CQG22)
O CQG22 é o modelo que ainda pode ser adquirido sob encomenda no território nacional.
O manual informa que ela tem um kit elétrico opcional.

O manual traz o seguinte Aviso: "Não instale o refrigerador em traillers, motorhomes, embarcações, etc. sendo de sua responsabilidade quaisquer incidentes ou danos que venham a ocorrer."
O termo de garantia informa que ela será invalidada se o uso não for exclusivamente doméstico.
[attachment=147]
Tenho uma Consul no meu motor-barraco, e funcionou maravilhosamente nas poucas viagens que pude fazer antes de baixar no estaleiro para trocar motor e câmbio. Não tenho resistència elétrica, e uso no gás mesmo durante a viagem. A bicha chegou a congelar a cerveja na parte de baixo, fora do congelador. Com a ventilação forçada pelo vento, o sistema funciona muito melhor. Tem uma grade enorme atrás da geladeira, que garante uma excelente ventilação externa. Nunca tive problema com nivelamento, mesmo porquê não tenho sapatas, e acampo no mato. Nunca apagou a chama sozinha. Só alegria!
Bacana Luciano....

Eu também nunca tive problemas com o nível. Apesar de dizerem que ela nao funciona se não estiver completamente no nível, podemos ver que isto não procede.... pelo que já pesquisei o lance do nível se dá mais pela posição da chama do fogo.... exagerando, se tivesse a geladeira deitada a 90 graus a chama estaria voltada para cima, pegando fogo em tudo.... mas claro que exagerei só pra todos entenderem o lance do nível.....

Na última viagem para a chapada dos veadeiros (moro em São Paulo) pernoitamos no Graal de Uberaba onde o trailer ficou muito desnivelado... e a geladeira estava congelante no outro dia.... Reafirmo que a minha gela bem mais no gás do que na elétrica.

Manda umas fotos do teu equipamento e desta grade de ventilação......

abraços

marcao
A geladeira do nosso trailer a gás foi pro saco uns anos atrás, não dava pra recuperar, o trailer é um roda quadrada de frente pro mar, as coisas vão estragando, agora estamos com uma só elétrica... quando eu for comprar meu trailer pequeno de 1 eixo só pra viajar pelo Brasil, com certeza vou ter minha geladeirinha a gás, não tem nada melhor! quando aluguei o motorhome na europa, a geladeira era a gás/eletrica/12v show de bola! bastava apertar um botãozinho e ela mudava a função
(10-07-2012 10:41 AM)macamp Escreveu: [ -> ]Abro este tópico pela pergunta de nosso amigo Odair no fórum (http://guiacamping.com.br/forum/showthre...17&page=2)

Como disse a ele, sei que a discussão sobre geladeira a gás é muito grande e quase unânime contra ela.... sou um eterno defensor dela (como poucos) e não desejo que aquele tópico seja "mudado de assunto" por este.

Odair... primeiramente sou um eterno apaixonado pela geladeira a gás. Frente a tanta tecnologia ainda acho fantástico termos um refrigerador que funcione a partir de uma fonte de calor. Como todos sabem, o sistema a gás usa amônia em seu sistema para fazer a troca de calores e diferentemente das geladeiras tradicionais que utilizam pressão (compressor) para "circular" o circuito, a amônia tem este processo quando esquentada em um trecho do sistema. Com isso podemos tem um refrigerador funcionando por quase um mês usando um único botijão de gás já presente em qualquer RV.

Eu defendo o uso da geladeira a gás exatamente por esta independência energética. posso ficar sossegado em qualquer lugar sem energia elétrica sem me preocupar com bateria/inversor. Além disso ela é silenciosa ao extremo.

Sei que "mil vozes" irão gritar por aqui: 1- "a geladeira não gela....", 2-"gasta muita energia", 3- "amônia é perigosa e proibida", 4- "precisa de um nivel perfeito", 5- “Fogo é perigoso”, 6- “demora muito pra primeira gelada”, 7- “precisa virar de cabeça para baixo de tempos em tempos”

Daí venho, com todo respeito a todas as opiniões, defender:

1- Realmente o rendimento da geladeira a gás é bem menor que compressor, mas na prática somente nos dias mais quentes do verão é que posso dizer que minha geladeira deixou a desejar. Isto representou pra mim quase nada, já que na maior parte do ano ela funciona desejavelmente....

2- Realmente gasta mais energia.... porque funciona a resistência e praticamente o tempo todo.... mas dois pontos me fazem pensar que ela é vantajosa. 1- Poder usar na elétrica ou no gás é preferível do que ela ser “gastona”, já que não usamos o tempo todo.. so quando viajamos... Nunca vejo prepcupacao em economia de energia externa quando o assunto é RV... basta ver o quanto o ar condicionado, microondas e outros aparelhos são gastões.... e também basta ver o quanto o inversor esquenta para se ver quanta energia é perdida.

3- Amônia é sim prejudicial à saúde, mas o sistema é blindado e seguro. Usado em RV,s não configura um número grande frente às domésticas. Ela não é proibida.. tanto que a Consul até hoje produz no Brasil e tantas outras marcas no mundo..... muita gente no Brasil ainda não possui energia elétrica e ela é muito usada e necessária. É apenas regulamentada e, hoje em dia, sequer é vantajosa em preço....

4- Apesar de todas as especificações de nível, inclusive por parte do fabricante, posso atestar que não é tão “religioso” assim.... Penso que todo RV necessita estar no nível. Eu mesmo com meu trailer tenho mais problema em relação ao nível quando o assunto é pias e Box (caída da água) do que a geladeira. Quantas vezes não fiquei incomodado com a falta de nível na hora do banho enquanto minha geladeira gelava às pampas...

5- Até hoje nunca ouvi falar de trailer ter pego fogo por causa da geladeira a gás. Já vi por vários outros fatores,... acho qté que muitos quesitos em RVs são bem perigosos neste sentido... mas é a realidade...

6- Realmente demora... mas é apenas uma questão de encarar que deve ser ligada horas antes.... O segredo está na “carga” da geladeira.... isso mesmo... quanto mais abarrotada de produtos melhor ela funcionará.... uma geladeira agás vazia dá a sensação de que não está gelada.... isso porque a troca de calor é mais lenta.... quando vou viajar, coloco todos os produtos lá dentro e ligo-a no gás ou 12 ou 6 horas antes,.. quando chego no local ela está maravilhosamente gelada,.. sempre tomo minha primeira cerveja após descer as sapatas do trailer.... gelllladdaaa.

7- Bobagem.... Apesar de seu uma ótima solução para aquelas geladeiras que estão paradas há anos, esta prática ocorre somente nas geladeiras a gás “imoveis” nas residências. Isto porque o “balançar” do veículo na viagem já faz um efeito bem maior do que virá-la. Para mim um RV foi feito para rodar.... aí eu até concordo que a geladeira a compresor é melhor para os “rodas-quadradas”, já que nunca falta luz e seu rendimento é maior.... mas daí não considero como legítimos rv.s.... Em minha experiência, a geladeira gela até melhor nos percursos das viagens... neste caso utilizo no 12V...

Mais vantagens: Não sofre com baixa tensão (geladeiras comuns nem dão partida com baixa voltagem, o que é comum em campings cheios). Também não oferecer “pico de consumo de partida”. Não perdem aquele espaço inferior onde há o compressor.

Desvantagens: Preço (ela é muito cara) uma biplex hoje custa no mínimo R$ 2.000,00.


Defendo a geladeira a gás porque vejo todas as pessoas que “metem a boca” nela e preferem a comum + inversor, não podendo permanecer 3 ou 4 dias sem energia elétrica.... Pior... vejo pessoas desesperadas por apenas passarem uma única noite sem energia externa.... apesar de provarem no papel que um número “x” de baterias + inversor dá autonomia, na prática tropeçam no alto custo delas e no alto custo da troca delas, já que não é fácil nem barato trocá-las cada 2, 3 ou 4 anos.... daí vemos discussões como na internet de pessoas achando que postos de combustíveis DEVEM oferecer tomadas... ora... um RV equipadíssimo deveria ao menos conseguir passar um único pernoite em trânsito sem precisar de energia externa, não?. Mas não é o que vemos.... já pude presenciar pessoas discutindo que o posto tem obrigação de fornecer tomada em troca do consumo de combustível e restaurante.... Eu já passei 3 dias sem luz no camping (falta de energia) sem me preocupar com nada..... passei pro gás e pronto. Só alegria...


Resumindo: Para mim as pessoas possuem uma experiência ruim com ela, já que não possuem paciência para encarar seu funcionamento e PRINCIPALMENTE os RVs não possuem a ventilação correta do sistema de dissipação de calor. A turiscar, por exemplo colocava a grade de ventilação lá em baixo onde existe a regiao de manutencao da resistencia.... mas falta uma lá em cima no dissipador.

Venho novamente ressaltar que sei que choverão opiniões contrárias e respeito todas elas... mas certamente terei argumentos para rebater todas elas.... mas acho importante para que cada campista possa avaliar tudo e fazer sua escolha.

Abraços

Marcão - MaCamp


(10-07-2012 10:41 AM)macamp Escreveu: [ -> ]Abro este tópico pela pergunta de nosso amigo Odair no fórum (http://guiacamping.com.br/forum/showthre...17&page=2)

Como disse a ele, sei que a discussão sobre geladeira a gás é muito grande e quase unânime contra ela.... sou um eterno defensor dela (como poucos) e não desejo que aquele tópico seja "mudado de assunto" por este.

Odair... primeiramente sou um eterno apaixonado pela geladeira a gás. Frente a tanta tecnologia ainda acho fantástico termos um refrigerador que funcione a partir de uma fonte de calor. Como todos sabem, o sistema a gás usa amônia em seu sistema para fazer a troca de calores e diferentemente das geladeiras tradicionais que utilizam pressão (compressor) para "circular" o circuito, a amônia tem este processo quando esquentada em um trecho do sistema. Com isso podemos tem um refrigerador funcionando por quase um mês usando um único botijão de gás já presente em qualquer RV.

Eu defendo o uso da geladeira a gás exatamente por esta independência energética. posso ficar sossegado em qualquer lugar sem energia elétrica sem me preocupar com bateria/inversor. Além disso ela é silenciosa ao extremo.

Sei que "mil vozes" irão gritar por aqui: 1- "a geladeira não gela....", 2-"gasta muita energia", 3- "amônia é perigosa e proibida", 4- "precisa de um nivel perfeito", 5- “Fogo é perigoso”, 6- “demora muito pra primeira gelada”, 7- “precisa virar de cabeça para baixo de tempos em tempos”

Daí venho, com todo respeito a todas as opiniões, defender:

1- Realmente o rendimento da geladeira a gás é bem menor que compressor, mas na prática somente nos dias mais quentes do verão é que posso dizer que minha geladeira deixou a desejar. Isto representou pra mim quase nada, já que na maior parte do ano ela funciona desejavelmente....

2- Realmente gasta mais energia.... porque funciona a resistência e praticamente o tempo todo.... mas dois pontos me fazem pensar que ela é vantajosa. 1- Poder usar na elétrica ou no gás é preferível do que ela ser “gastona”, já que não usamos o tempo todo.. so quando viajamos... Nunca vejo prepcupacao em economia de energia externa quando o assunto é RV... basta ver o quanto o ar condicionado, microondas e outros aparelhos são gastões.... e também basta ver o quanto o inversor esquenta para se ver quanta energia é perdida.

3- Amônia é sim prejudicial à saúde, mas o sistema é blindado e seguro. Usado em RV,s não configura um número grande frente às domésticas. Ela não é proibida.. tanto que a Consul até hoje produz no Brasil e tantas outras marcas no mundo..... muita gente no Brasil ainda não possui energia elétrica e ela é muito usada e necessária. É apenas regulamentada e, hoje em dia, sequer é vantajosa em preço....

4- Apesar de todas as especificações de nível, inclusive por parte do fabricante, posso atestar que não é tão “religioso” assim.... Penso que todo RV necessita estar no nível. Eu mesmo com meu trailer tenho mais problema em relação ao nível quando o assunto é pias e Box (caída da água) do que a geladeira. Quantas vezes não fiquei incomodado com a falta de nível na hora do banho enquanto minha geladeira gelava às pampas...

5- Até hoje nunca ouvi falar de trailer ter pego fogo por causa da geladeira a gás. Já vi por vários outros fatores,... acho qté que muitos quesitos em RVs são bem perigosos neste sentido... mas é a realidade...

6- Realmente demora... mas é apenas uma questão de encarar que deve ser ligada horas antes.... O segredo está na “carga” da geladeira.... isso mesmo... quanto mais abarrotada de produtos melhor ela funcionará.... uma geladeira agás vazia dá a sensação de que não está gelada.... isso porque a troca de calor é mais lenta.... quando vou viajar, coloco todos os produtos lá dentro e ligo-a no gás ou 12 ou 6 horas antes,.. quando chego no local ela está maravilhosamente gelada,.. sempre tomo minha primeira cerveja após descer as sapatas do trailer.... gelllladdaaa.

7- Bobagem.... Apesar de seu uma ótima solução para aquelas geladeiras que estão paradas há anos, esta prática ocorre somente nas geladeiras a gás “imoveis” nas residências. Isto porque o “balançar” do veículo na viagem já faz um efeito bem maior do que virá-la. Para mim um RV foi feito para rodar.... aí eu até concordo que a geladeira a compresor é melhor para os “rodas-quadradas”, já que nunca falta luz e seu rendimento é maior.... mas daí não considero como legítimos rv.s.... Em minha experiência, a geladeira gela até melhor nos percursos das viagens... neste caso utilizo no 12V...

Mais vantagens: Não sofre com baixa tensão (geladeiras comuns nem dão partida com baixa voltagem, o que é comum em campings cheios). Também não oferecer “pico de consumo de partida”. Não perdem aquele espaço inferior onde há o compressor.

Desvantagens: Preço (ela é muito cara) uma biplex hoje custa no mínimo R$ 2.000,00.


Defendo a geladeira a gás porque vejo todas as pessoas que “metem a boca” nela e preferem a comum + inversor, não podendo permanecer 3 ou 4 dias sem energia elétrica.... Pior... vejo pessoas desesperadas por apenas passarem uma única noite sem energia externa.... apesar de provarem no papel que um número “x” de baterias + inversor dá autonomia, na prática tropeçam no alto custo delas e no alto custo da troca delas, já que não é fácil nem barato trocá-las cada 2, 3 ou 4 anos.... daí vemos discussões como na internet de pessoas achando que postos de combustíveis DEVEM oferecer tomadas... ora... um RV equipadíssimo deveria ao menos conseguir passar um único pernoite em trânsito sem precisar de energia externa, não?. Mas não é o que vemos.... já pude presenciar pessoas discutindo que o posto tem obrigação de fornecer tomada em troca do consumo de combustível e restaurante.... Eu já passei 3 dias sem luz no camping (falta de energia) sem me preocupar com nada..... passei pro gás e pronto. Só alegria...


Resumindo: Para mim as pessoas possuem uma experiência ruim com ela, já que não possuem paciência para encarar seu funcionamento e PRINCIPALMENTE os RVs não possuem a ventilação correta do sistema de dissipação de calor. A turiscar, por exemplo colocava a grade de ventilação lá em baixo onde existe a regiao de manutencao da resistencia.... mas falta uma lá em cima no dissipador.

Venho novamente ressaltar que sei que choverão opiniões contrárias e respeito todas elas... mas certamente terei argumentos para rebater todas elas.... mas acho importante para que cada campista possa avaliar tudo e fazer sua escolha.

Abraços

Marcão - MaCamp

Marcão Gostaria de te fazer uma pergunta, Tenho um Trailer karmann ghia Kc 450 1989. Comprei ele faz um ano e ele veio com a geladeira original. Mas não funcionava. Ai eu li a respeito e tirei ela do lugar virei ela de cabeça p baixo e deu tudo certo. Só que se ligo no 110v ela gela muito bem (até tenho que baixar a temperatura\ p não congelar os alimentos) só que quando ligo no gás ela está demorando mais de um dia p gelar. Minha pergunta se é normal ela demorar tanto p gelar?


Um Abraço
Na realidade, podemos ver que é o contrário. Como o calor do fogo é mais forte do que a resistencia elétrica ela geralmente gela mais no gás. Dá uma olhada na matéria sobre a reforma que o Matheus fez na geladeira dele no link abaixo e tente revisar e regular bem a chama do queimador. Certamente o queimador está desalinhado ou a pressao do gás está ruim....

http://portal.macamp.com.br/portal-conte...?varId=948
Nosso querido amigo campista Rolf Gronefeld

fez a seguinte pergunte em outro tópico, este fechado para o específico de geladeiras a gás:

Adquiri um trailer eldorado 1996, recentemente, tem um refrigerador absorção consul 215 l.
Eatá somente na condição elétrico 220V.
A instalação a gás não esta disponível, não tem nada.
Gostaria de saber se alguem poderia auxiliar-me na orientação para instalação do gás, pois quero de utilizá-la a gás também, principalmente quando estiver rodando.
AGRADEÇO ANTECIPADAMENTE.
Em resposta ao amigo Rolf, existiam modelos da consul, que apesar de serem de absorção, nao possuíam módulo do gás... apenas resistência elétrica. Era bem comum nos modelos KG-270. Deviam ser bem mais baratos.... acredito que será mais em conta você adquirir um frigobar a gás usado do que instalar o sistema nele... principalmente pela falta de peças.....
Sei que a poucos anos atrás existia o sistema de absorção dos modelos menores de geladeira que era mais comum de ser utilizada em trailers caso fosse necessário substituir, mas o sistema de gás acredito que não tenha a venda, por que andei ligando para a consul quando estava reformando minha geladeira para tentar comprar algumas peças para substituir mas eles me disseram não trabalhar mais com peças para estes modelos.

Acredito que uma boa opção para utilizar a sua geladeira enquanto estiver rodando é instalar uma resistência 12v.
Trocar apenas a resistência para 12v?? ou o sistema todo com motor também??
Rolf
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
URL de Referência